rss
email
twitter
facebook

terça-feira, 23 de abril de 2013

COMO DEVO OFERTAR E PORQUE?

O destino de nossa oferta está empobrecido de valores de generosidade e misericórdia, isso porque a mensagem não tem alcançado o propósito de esclarecer a dimensão do serviço da oferta na vida do meu próximo, esta mensagem não produz piedade e afetividade para com os caídos deste mundo, mostrando somente o quanto ela é capaz de prosperar com isso, com muita clareza a igreja está parando de ofertar pensando no seu próximo, e pensando mais no que vai lucrar.

A grande ênfase está no retorno daquilo que se coloca no gazofilácio, como grande fonte de lucro. Pregadores fazem promessa aos que sacrificarem tudo no altar, deixando a expectativa de um retorno fantasmagórico, e anti-bíblico.
Prendendo os fieis pela cobiça e seus desejo de ficarem ricos como em um passe de mágica, estes caem nos apelos destes ludibriadores e manipuladores de consciência, que prometem um retorno rápido e muito maior, para os que assim os fazem. O movimento da teologia da prosperidade não faz propaganda de resultados de sua oferta na vida do seu próximo, como obras sociais e frutos na vida de quem está ofertando, como piedade, misericórdia e alegria em abençoar, na falta de um coração com estas características, estamos vendo florescer uma igreja materialista e egoísta.

A generosidade, bondade, piedade e amor já não são apresentados como propósito na hora de ofertar, uma vez minimizado estes valores, cresce a impiedade, o egoísmo e avareza no evangelicalismo moderno. A mensagem de salvação e deixada de lado pra se obter resultados lucrativos que autentiquem sua fé, na busca de grandeza e poder a igreja perde sua alma, seu sentimento de amor e de enxergar a vida.

Paulo disse "Grande fonte de lucro é a piedade com o contentamento. Porque nada temos trazido para o mundo, nem coisa alguma podemos levar dele. Tendo sustento e com que nos vestir, estejamos contentes" (1 Timóteo 6:6-8). "Seja a vossa vida sem avareza. Contentai-vos com as coisas que tendes; porque ele tem dito: De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei" Com isso Paulo deixa claro que lucro na escrituras, é a piedade e o contentamento, agora deixei-me eu perguntar uma coisa: isso tem sido a mensagem que você tem ouvido por ai? Tudo começa na forma de como você vai oferta.

Por Marcelo de Francisco Celestino

Um comentário:

Jeremias Filho disse...

pensou bem... poderia arriscar mais.. hoje muitas denominações, q se dizem reformadas, já refletem em seus atos essa inconsciência religiosa.. abrç